quarta-feira, 30 de março de 2016

Ecos da Reunião do Executivo – Março 29

Câmara Municipal vista da Torre de Menagem
Realizou-se no passado dia 29 a Reunião do Executivo Municipal, aberta ao público
1 – Esta reunião poderá entrar para o livro de recordes mundiais, mesmo sendo aberta ao público e à comunicação social fez-se em meia hora.
2 – A artista Dora Tracana, conhecida do “Anjo da Guarda” foi escolhida para embelezar a “Rotunda do Rio Diz” que irá chamar-se “Rio Diz: Portas da Cidade”.
3 – Os Vereadores do PS votaram contra, mas estiveram mal, ao serem a favor deste embelezamento monumental ao dizer: “deveria ser feito um procedimento mais abrangente e mais amplo, dando possibilidade a todos os artistas do país. A aprovação é recuar 30 anos no “tempo Rotundeiro Português”
4 – Não consegui confirmar se foi decidido ornamentar mais uma rotunda e qual, mas parece que o objectivo é ornamentar 7 até ao fim do mandato.
E não se tendo sabido mais nada, se dá por terminada esta mensagem que, como sempre, é por mim assinada.

12 comentários:

  1. Parece que a Guarda estava 40 anos atrasada na ornamentação de rotundas! É de monumentos que a Guarda precisa. Vivemos em tempos de abundância!

    ResponderEliminar
  2. Sao todas abertas ao publico ou nao??
    Pensei que so se pudesse é falar numa reuniao a cada mes.
    Mas tambem acho que pouco ou nada aquelas mentes dotadas querem ouvir dos cidadaos da guarda e arredores

    ResponderEliminar
  3. As rotundas é que vão trazer emprego e progresso...

    ResponderEliminar
  4. Temos problemas à vista. Então o Simpósio de Arte é uma organização da Câmara Municipal da Guarda e do Museu da Guarda? https://www.facebook.com/artecontemporaneaguarda/timeline

    Estávamos convencidos que o Museu era da Câmara, mas afinal alguém veio para roubar um pouco de sol e sair da sombra.

    ResponderEliminar
  5. Falam que já existe censura no FB da CMG, será já um acto generalizado? Publiquei aqui um comentário que não foi aceite. A censura também chegou a este blog sr. A.Oliveira?

    ResponderEliminar
  6. Anónimo 2314
    Volto a escrever:
    1 - Os comentários devidamente assinados são sempre publicados.
    2 - Os comentários anónimos são sujeitos ao moderador que publica, sem censura, os comentários que julga publicáveis, sem consequências para o administrador deste blogue. Não esqueça que a justiça está à espreita
    A Oliveira

    ResponderEliminar
  7. Estive a ouvir a RA e fiquei estupefato. AA tornou-se oposição ao parceiro de coligação, fazendo-lhe um ataque violentíssimo. E porquê? Apenas porque o parceiro de coligação lhe tomou a dianteiro num assunto importante para a Guarda: Tribunal Administrativo e Fiscal.

    ResponderEliminar
  8. Já por duas vezes o senhor Oliveira censura os meus comentários quando refiro a atual Delegada da Cultura no Centro e as suas relações. Não escrevi comentários ofensivos e por isso não entendo porque censura os meus textos. Também tem medo do marido?

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Se não entendeu o que escrevi, paciência
      A Oliveira

      Eliminar
  9. josé manuel romana2 de abril de 2016 às 12:51

    A cidade, desde há muito tempo, que padece de uma pobreza de escultura pública.Um desleixo.E existiram grandes oportunidades. Lembro-me do estudo do escultor Rui Chafe, a quem se pagou, por uma obra sobre o 25 de Abril.O projecto perdeu-se na Câmara.Que pena!
    Não alinho no embelezamento de qualquer espaço público por convites directos, sem mais.O gosto manifestado pelo Presidente da Câmara não é famoso, a avaliar pelos seus antecedentes na área da cultura.Por outro lado, a obra foi encomendada e já vai a meio(?) sem ouvir o Executivo todo? Outro ajuste directo a uma senhora, que terá alguns dotes artísticos, mas que faz parte do círculo de relações do poder de Coimbra, centrado na esposa do Senhor Presidente, Celeste Amaro, por ora,ainda com responsabilidades de chefia na Direcção Regional de Cultura do Centro.São coincidências demasiadas. Anda na moda repetir-se, até à exaustão que, em política, não basta ser, é preciso parecer.
    Para este tipo de intervenção pública artística "ser da Guarda" não chega.Um concurso mais abrangente poderia conferir mais qualidade- artística- perene à chamada requalificação das rotundas.Erros do passado perpetuados, agora, no presente.
    Os 92.0000 euros têm alguma "comparticipação de Coimbra"?

    ResponderEliminar
  10. Obrigado sr. Romana, porque acabou por comentar o mesmo que eu anteriormente comentei, mas como não assino, ficou na censura.. também eu não introduzi comentários ofensivos que justificassem a censura mas talvez o sr. Administrador não possa ter por aqui comentários que o comprometam... enfim! Em relação às rotundas: FOI entregue na CMG no inicio deste executivo (2013) uma proposta para embelezar várias rotundas, feita por alguns artistas da cidade, artistas que nunca tiveram voz porque não fazem parte das elites nem se vendem ou cedem pela promoção do A.A. Ora essa proposta nunca mereceu contacto de retorno (será que se perdeu nos corredores?). Estes 92.000€ dariam e sobrariam para embelezar TODAS as rotundas da cidade! Portanto, é clara a movimentação de interesses que revelou a escolha desta senhora artista (dizem). Por fim, caso este comentário não seja censurado, só tenho a agradecer a amabilidade de o ter publicado sr. A.Oliveira e espero não ter produzido "consequências para o administrador deste blogue."

    ResponderEliminar