quinta-feira, 30 de junho de 2016

Ecos da Reunião do Executivo – Mês de Junho

Barracão
Durante o mês de Junho realizaram-se duas reuniões do Executivo Camarário.
O que se passou, o que se decidiu e o que constou na reunião
A Câmara da Guarda aprovou a adjudicação de várias obras, no valor global de 4,5 milhões de euros,
Beneficiação de cinco estradas municipais que servem as localidades de Penedo da Sé, Monte Margarida, Quinta de Gonçalo Martins, Marmeleiro, Ramela, Benespera, Gonçalo e Valhelhas.
Regeneração urbana das ruas do Comércio e Augusto Gil
Ornamentação das rotundas da Avenida do Rio Diz e do Alvendre e zona envolvente
Lançar concursos para obras de requalificação urbana do eixo central da cidade (Jardim José de Lemos e Parque Municipal, com projectos que não foram apresentados, talvez por esquecimento, na famosa Conferência “A Guarda Requalifica-se e Renasce".
Os Vereadores da Oposição votaram contra a ornamentação das rotundas do Rio Diz e Alvendre por considerarem que a cidade «tem outras prioridades”.
O Simpósio Internacional de Arte Contemporânea (SIAC) custou ao Município da Guarda 29.684 euros, fora as despesas não incluídas, em vez dos 20 mil orçamentados. Os Vereadores da Oposição aceitaram «Era aquilo de que estávamos à espera» disseram.
As esculturas resultantes do Simpósio vão ser colocadas em diversos locais da cidade, nomeadamente, no exterior do Teatro Municipal da Guarda, no largo da estação em frente à CP, entre a Biblioteca Municipal Eduardo Lourenço e a sede do Centro de Estudos Ibéricos, assim como "no triângulo entre o restaurante 'O Caçador', café Madrilena e jardim em frente ao Museu".
Simpósio de Arte é para continuar, desde que bem organizado e com controle de custos
O Teatro Municipal da Guarda está vivo e fervilhar de atividades.
A Câmara Municipal da Guarda decidiu hoje apoiar obras nas casas de 13 famílias carenciadas do concelho
A Câmara Municipal da Guarda criar um regulamento para atribuição de comparticipação em medicamentos aos munícipes com menores recursos financeiros. Criado o Regulamento, a promessa eleitoral está cumprida.
O Turismo de Portugal já notificou a Visabeira da decisão de adjudicação do arrendamento, com opção de compra, do Hotel Turismo da Guarda. A decisão foi divulgada pelo Presidente da Câmara. «O vencedor foi notificado finalmente para fazer o contrato, mas a empresa não aceita pagar rendas até à abertura da unidade, o que é legítimo, pelo que o diferendo mantém-se». «O que está em causa neste momento é a Visabeira aceitar as condições e assinar o contrato, ou desistir e o Estado fica obrigado a promover uma terceira hasta pública o mais rapidamente possível».
Estão todos preocupados com a segurança do Hotel Turismo, só que não se vê nada. E era fácil fazer. E a Câmara pode fazer. Eu já alertei umas quantas vezes.
Feira de S. João passou no teste. Câmara. Vendedores. Compradores. Todos gostaram. E perguntaram aos Comerciantes da Guarda com loja aberta?
A Câmara aprovou dar 10 mil Euros ao NERGA e à ACG para fazerem eventos relacionados com actividades económicas.
E não se tendo sabido mais nada, se dá por terminada esta mensagem que, como sempre, é por mim assinada.

quarta-feira, 29 de junho de 2016

A Guarda Renasce – Parte 4 ou 5

Miniville (1948 - 1951)
Maria Helena Vieira da Silva (1908 - 1992)
O presidente da Câmara Municipal da Guarda, anunciou que nos próximos três anos a autarquia prevê investir 15 milhões de euros em várias obras de regeneração urbana, requalificação de património e escolas. Segundo o autarca, os investimentos serão realizados no âmbito do Pacto para o Desenvolvimento e Coesão Territorial da Comunidade Intermunicipal das Beiras e Serra da Estrela (CIM-BSE) e do Plano Estratégico de Desenvolvimento Urbano (PEDU).
A autarquia da Guarda terá, para os próximos três anos, cerca de 13 milhões de euros do FEDER, correspondentes a um investimento global de 15 milhões de euros, "para poder requalificar uma parte importante da cidade" e, com isso, poder ter "mais vida”.
Os investimentos anunciados vão até 2019, final da primeira metade do próximo mandato autárquico
O autarca falava no decorrer de mais uma conferência da Guarda, realizada ontem, pela Câmara Municipal, sobre a temática "A Guarda requalifica-se e renasce
As “obras” mais visíveis, e quase todas elas já anunciadas e reanunciadas, voltam a ser anunciadas:
Elevadores na Torre dos Ferreiros
Fazer uma ligação pedonal entre a Torre de Menagem e a Praça Velha
Requalificar de jardins que estão abandonados e fechados ao público (Quais?).
Os antigos paços do concelho vão ser a futura sede da Comunidade Intermunicipal das Beiras e Serra da Estrela e a sede da Comissão vitivinícola da Beira Interior vai para o solar Teles Vasconcelos. (A actual sede da CIMBSE fica ao abandono?)
Requalificar o jardim José de Lemos, fica aberto sem os arbustos à volta e com novos caminhos (E as crianças a jogar futebol? Sobressalto permanente para os pais, e o lago ainda está previsto?
Requalificação do parque municipal, cortam 12 árvores e fica sem vedação. (Vai ter vigilância 24 horas. Por Câmaras ou por pessoas? Não vai ficar barato.)
Criar uma pedovia com 9 Km na VICEG e entre o Parque Industrial e a Plataforma Logística.
Requalificar a ”Praça da Misericórdia” (Será o Largo João de Almeida
Remodelação da Escola Secundária da Sé (823 mil euros),
Requalificação de quatro escolas (732 mil euros). (Quais?)
Construção de um novo centro escolar na área urbana (588 mil euros). (E o que fazem à dezena de escolas que fecharão?)
Investimento em eficiência energética na iluminação pública
Investimento nas piscinas municipais (646 mil euros).
Instalação de um órgão de tubos na sé (400 mil euros),
Criar um Centro de Incubação Comercial e Industrial Transfronteiriço no espaço das antigas piscinas municipais
Reabilitar a zona do quartel da GNR
Reabilitar a zona Teatro Municipal
Reabilitar o recinto da feira ao ar livre.
Nota 1: De notar que não foram apresentados os projectos que deveriam ser discutidos, apenas uns desenhos e nenhuma documentação foi entregue. Será isto a discussão pública? 
Nota 2: Vão avançar algumas obras de requalificação polémicas e os respectivos projectos nunca serão apresentados. A Rua do Comércio é o maior exemplo. O que lá vai ser construído? Quem sabe?

terça-feira, 28 de junho de 2016

Política local – PS

Neblina sobre a Guarda
Estamos a entrar na “Silly season – Temporada dos tontos”, no entanto e antes de vir a “Reentreé – Tempo das mudanças” ainda há tempo para uma Assembleia Municipal da Guarda.
Gostava de dizer ao PS, aos dirigentes, é claro, que esta Assembleia é a boa altura para reafirmar que o PS da Guarda tem Passado, dizer que ainda tem Presente e o Futuro pode estar lá e que vai acontecer.
O tempo corre muito depressa, o Presente e o Futuro do PS pode desaparecer, nesta permanente indefinição e nas opiniões das pequenas coisas, sem um projecto de oposição credível. 

segunda-feira, 27 de junho de 2016

Perguntar é um dever cívico – 4

Alfarazes
42 - Os efluentes industriais que costumam ser despejados no rio Noéme na Gata, já estão a ser reencaminhados para a ETAR de São Miguel? Se não, porquê?
43 – Que verbas estão a ser transferidas da Direcção Regional da Cultura do Centro para a Câmara Municipal da Guarda relativamente à mudança da gestão do Museu Nacional da Guarda para Museu Municipal da Guarda?
44 – Vão ser apresentadas publicamente as contas do Simpósio de Arte Contemporânea?
45 – A aquisição com montagem, por 13 mil e 900 Euros, de novo Pavimento Flutuante para Salas de Exposição e Auditório do Museu da Guarda serão incluídas nas contas do Simpósio?
46 – Tendo passado mais de 2 meses sobre a FIT – Feira Ibérica de Turismo, já é possível saber qual foi o retorno para a economia da Guarda, ou é ainda cedo? Poderão entregar o estudo ao Instituto Politécnico?
47 – Onde param as bonecas dos “Santos do Bairro” que eram para ir para um Museu?
48 – O retrato de Miguel Unamuno pendurado na Torre dosa Ferreiros vai ser mantido na Torre? Pode ser conhecida a autorização dada pela Direção Geral do Património Cultural: DGPC para a colocação da estrutura na Torre?
49 – Será divulgada publicamente a relação das obras de arte que foram entregues ao Museu e resultantes do trabalho do Simpósio?
50 – Com tantas obras de qualidade feitas durante o Simpósio foi preciso gastar 68 mil e 300 Euros na fabricação e montagem de um cubo mágico a instalar na Rotunda do Alvendre?

domingo, 26 de junho de 2016

A Natureza e o Homem

Dois anos separam estas duas fotografias,
A arriba estava a desmoronar-se. O mar atacava de norte de sul e de poente. O forte estava em perigo.
A arriba selvagem e moldada pela natureza acabou. Agora é um morro acastanhado sem vida. O forte ficou salvo.
A praia do lado norte, junto à arriba, alterou completamente.

O perigo de derrocada acabou, por agora. A natureza não dorme e tem memória.

sábado, 25 de junho de 2016

Londres: Restaurante para nudistas

A notícia perfeita:
“O primeiro restaurante nudista de Londres já abriu”
“A roupa fica no cacifo”.
“O menu de degustação é à base de comida crua”
“A comida é cozinhada sem recurso a energia elétrica”.

 “O The Bunyadi diz ter mais de 40 mil pessoas em lista de espera”.

sexta-feira, 24 de junho de 2016

Portugal em notícias – Escada ou escadote

Interessados em arrendar
Não esquecer a escada, o escadote ou o banquinho