quinta-feira, 11 de maio de 2017

Ecos da Assembleia Municipal de Abril - Passivo da Câmara é de 48 milhões de Euros

Realizou-se na semana passada a Assembleia Municipal em que foram aprovadas as contas de 2016. Estava com alguma curiosidade em saber o que iria publicar a Comunicação Social cá da terra.
E foi a decepçao. A única informação que transmitiram foi que o passivo baixou 43 milhões de Euros
A única não, foi transmitida outra informação. Um deputado do PSD chamou ordinário e arruaceiro a um deputado do PS. E, de abrir aboca, o Presidente da Câmara puxou as orelhas ao deputado do PSD e no final fizeram as pazes.
Sobre as contas vale a pena dizer:
1 – Não foi dito qual era o passivo real da Câmara.
2 – Ao dizer que o passivo baixou de 43 milhões refere-se ao passivo da auditoria que referia 91 milhões o passivo em 2013 sem contar activos e isso quer dizer que o passivo actual é de 48 milhões de euros.
3 – O passivo real e consolidado pelas entidades oficiais era em 2013 de 52 milhões. Ficamos agora a aguardar que sejam publicadas as contas oficiais para sabermos o passeivo verdadeiro.
4 – Ou será que o passivo real da Câmara é mesmo 48 milhões que comparam com 52 milhões?
5 – Lá dizia o Professor Pedro Miguel Girão Nogueira Ramos: “Torturem os Números que Eles Confessam - Sobre o mau uso e abuso das Estatísticas em Portugal, e não só”. E na Guarda ninguém está disposto a torturar os números, mesmo os especialistas. Sabemos que os números da Guarda têm muito que contar.
E também o Anuário Financeiro dos Municípios Portugueses referente a 2013 e diz o seguinte:
Câmara: Endividamento líquido 34 424485 Euros. Passivo exigível 42 764 048 Euros
TMG: Endividamento Líquido 2 397 695 Euros. Passivo exigível 3 017 499 Euros
Desporto: Endividamento líquido 136 403 Euros. Passivo exigível 696 284 Euros
SMAS: Endividamento líquido 7 544 256 Euros. Passivo exigível 9 734 477 Euros
Total: Endividamento liquido 44 502 839 Euros. Passivo exigível 56 212 308 Euros
Continuem a Torturar os Números que Eles Confessam é pena na Guarda não haver torcionários numéricos.

15 comentários:

  1. li num blog nao sei se este ou outro em que estava publicado um print do relatorio que cita. Por isso já todos percebemos que o passivo aumentou e nem pode argumentar com as empresas municipais porque aumenta na mesma desde 2013 até 2016.
    pena que na oposição ninguem consiga dizer isto que o senhor diz

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Sao estes blogues que nos ensinam a verdade das coisas, li num outro blogue o desmascarar das contas de 2013. O que é estranho e ninguém no ps ter desmascarado o embuste da auditoria, e um blogue aqui da cidade fazer isso com a publicaçao de uma foto...

      Eliminar
    2. Aumentou a divida em 12 milhoes, em champanhe caviar para os amigos e encheu o seu gabinete de grandes personalidades....acham eles

      Eliminar
  2. O passivo é maior sem ter realizado qualquer obra de raiz. Corram com esse Amaro ou enterram a Guarda.

    ResponderEliminar
  3. Feitas as contas gastou mais 12 milões que a receia dos 4 anos, por isso a divida futura será mais e mais. Precisamos de apresentar queixa na justiça, pelos atos de gestão danosa, abuso de poder e trafico de influencias.

    ResponderEliminar
  4. O que parece estranho é dois deputados da oposição no executivo, mais de 40 deputados da oposição ninguém consegue desmascarar o engodo da dívida, dois blogues um publica uma imagem o outro comenta e fazem mais que os eleitos da oposição. Na verdade trata-se de competência, experiência profissional do senhor, temos que pensar no que temos andado a eleger..

    ResponderEliminar
  5. nao sao 2 deputados sao 2 vereadores. Pouco ou nada fizeram pela Guarda.
    Espero que o ps encerre este ciclo politico que irá terminar com a demissao da concelhia porque tudo é mau. Muito mau. nem conseguem aproveitar as divisoes do psd.

    ResponderEliminar
  6. A oposição tem andado a dormir com tanta incompetência, demagogia e clientelas do Amaro, porquês será? Será pelas migalhas de alguns contratos?

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. AA sabe como comprar a oposição

      Eliminar
    2. é marketing amigo é marketing

      Eliminar
  7. Passivo e dívida são coisas diferentes. Em Setembro de 2013 a dívida é que era de 52 Milhões de Euros.

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Ora aqui está um anónimo que deve ter estudado gestão numa escola famosa...
      No blogue Guarda politica ou política da guarda tem lá publicado cópia da informacao do anuário!
      Leia bem que é passivo que lá está, e seja rigoroso e não invente.

      Eliminar
    2. O que acho estranho é durante 4 anos o ps não conseguiu explicar o engodo da dívida agora quer ganhar eleições

      Eliminar
  8. Nunca ninguém acreditou nas contas de AA e sempre foi dito que os números apresentados eram para chegar ao dia de hoje e dizer que baixou a divida.
    Coisas de políticos trapaceiros e mentirosos que ampliam a divida dos outros para esconder a sua.
    Em 2017 sabemos duas coisas: AA ficou aquém do que ele dizia querer fazer e aumentou a divida em coisas que para além de terem muita falta de gosto não eram necessárias.
    As aldeias sem saneamento continuam sem saneamento, o hotel continua fechado, o rio diz continua por despoluir, a fábrica dos amigos continuam com descargas e na periferia da própria cidade e paredes meias com as rotundas de amores perfeitos existem locais sem acessos e sem saneamento.
    Aumentou a divida em milhões em fogo de artificio e o que nos falta é um político com visão para o futuro e capacidade de reduzir realmente a divida e assim os impostos. A geração de AA que se reforme e os seus aprendizes que se reduzam à sua insignificante inteligência e incapacidade política.
    A gastar dinheiro desta fora qualquer um compra muitas amizades e votos.
    Este ano os guardenses podem escolher entre continuar a endividar-se em tijolos ou usar os miolos.

    ResponderEliminar
  9. tijolos nem um...
    apenas champanhe e caviar para os amigos e foguetes para os transeundes....e algumas passas para alguma comunicação social

    ResponderEliminar